SERVIÇOS / EMPRESA COMPARTILHADA

O que é e como aderir.

EMPRESA COMPARTILHADA

A LAFS Contabilidade disponibiliza para os profissionais que precisam emitir notas fiscais, mas não podem ou não desejam abrir uma nova empresa, a participação em uma de nossas empresas compartilhadas.

O profissional que desejar participar desta modalidade será incluído no quadro societário de uma das sociedades por nós disponibilizadas e já constituídas, dentro da mesma área de atuação do profissional e considerando o perfil de faturamento.

Para ingresso, será cedido um pequeno percentual do capital social, e o sócio não possuirá custo extra com contabilidade ou administração, será paga apenas uma taxa mensal, e todos os serviços burocráticos serão realizados pelo Sócio Majoritário, uma empresa do nosso grupo com patrimônio e sede próprios, o que aumenta a segurança de cada um dos sócios.

Toda parte contábil e fiscal será realizada internamente pela LAFS Contabilidade, contando com a experiência e credibilidade de nossos serviços, especialmente os serviços do LAFS Emite e LAFS Paga, que são responsáveis pela emissão de notas e pagamento de tributos respectivamente.

Não perca tempo, venha e compartilhe seu sucesso.

DÚVIDAS FREQUENTES

Poderei sair da sociedade a qualquer momento?
Sim, não há nenhum impedimento em sair da sociedade, e isto poderá ser efetivado através de uma alteração contratual.
Como sei se a empresa está regular com as obrigações tributárias?
A LAFS contabilidade disponibilizará os relatórios dos tributos devidos acompanhado dos comprovantes dos tributos devidamente quitados, sendo emitidas as certidões negativas trimestralmente.
Em caso de dúvida a quem me reportar?
Deverá se reportar diretamente à LAFS contabilidade.
Em caso de custos extras quem será responsável pelo pagamento?
Como em um condomínio, é plausível que os sócios determinem uma cota mensal para formação de um fundo de reserva. Esta verba pode ser utilizada para o pagamento de custos extras que eventualmente possam surgir.
Como sócio de uma sociedade compartilhada qual é minha responsabilidade perante o Fisco e perante Terceiros?
A responsabilidade do sócio se restringe ao valor de suas cotas do capital social. Assim, mesmo que a sociedade contraia uma dívida astronômica, a parte de sua responsabilidade se restringe aquele valor constante do contrato social.
Se os sócios não respondem por esse débito quem é que responde?
Diversos profissionais de uma determinada área se reúnem com o objetivo de constituir uma única empresa prestadora de serviços, compartilhando os custos e responsabilidades da mesma.
Mas isso se aplica a toda e qualquer dívida?

Não. Alguns débitos têm um tratamento diferenciado, no caso de cobrança de débitos tributários, o caminho para atingir o patrimônio dos sócios é mais simples, no entanto, a responsabilidade se restringe ao administrador, não recaindo sobre os sócios minoritários, desde que estes não tenham poder de administração.

Outra exceção se refere às dívidas de natureza trabalhista, que pode recair sobre o patrimônio do sócio independente de sua participação societária.

Qual a função do administrador da sociedade?

É a pessoa responsável pela gestão da sociedade, é um cargo de extrema importância que exige confiança por parte da sociedade, e um comportamento probo do administrador, que deverá sempre zelar pela continuidade da empresa.

O administrador não precisa ser sócio, podem ser designados também diversos administradores, que poderão atuar juntos ou separadamente.

Como já destacamos acima, o administrador responde pelos excessos cometidos no exercício de suas funções.

O escritório de contabilidade é o administrador da sociedade?

Não. O administrador é a pessoa designada pelos sócios para cuidar da empresa, inclusive para escolher e contratar um escritório de contabilidade.

O escritório de contabilidade é normalmente contratado para cumprir as exigências contábeis, fiscais e de departamento pessoal.

Mas nada impede que o contador ou pessoa de confiança seja escolhida administradora.

Meu desligamento da sociedade é simples?
Em regra sim, através de uma alteração contratual qualquer sócio pode se retirar da sociedade.
Como posso ter certeza da regularidade da empresa?
Através de relatórios contábeis, e de certidões. O Administrador tem por obrigação prestar informações aos sócios sobre as contas da empresa.
Como ficam os meus recebimentos?

A sociedade irá faturar para os contratantes, e cada sócio irá receber sua parte a título de distribuição de lucros.

A atividade de receber os valores, pagar os tributos e despesas, preparar relatórios claros com o valor de cada um dos sócios será do Administrador, com apoio da contabilidade.

Posso ter plano de saúde empresarial?

Toda sociedade poderá contratar planos de saúde, o controle e gestão do plano será realizado pelo Administrador da sociedade, é apenas mais uma obrigação.

Mas como em um condomínio, os sócios devem decidir em conjunto o que é melhor.

Posso obter financiamentos através da sociedade compartilhada?

Não é aconselhável a obtenção de crédito nesta modalidade, pois os empréstimos são feitos em favor da sociedade e com um objetivo próprio, por exemplo, a aquisição de uma nova sede.

Na empresa compartilhada apesar da empresa adquirir o empréstimo, em última análise este se destinará a apenas um dos sócios, se desnaturando do real objetivo.

Se eu mudar de consultoria o que muda?
Nada muda, poderá continuar a prestar seus serviços e receber pela empresa, porém deverá consultar a empresa antes para saber a carga tributária e os custos incidentes sobre seus recebimentos, possibilitando realizar uma boa negociação com o contratante.

SEJA CLIENTE LAFS!

ESTAMOS ESPERANDO POR VOCÊ.